Na espera pela crise – Resumo semana 5

Diante das preocupações com o início do que pode ser uma pandemia, as tensões da guerra comercial foram deixadas de lado. As investigações sobre a origem da doença continuam. Contudo, o que tem-se especulado é sobre o transparência que o governo chinês da ao caso.

O que se sabe que o número de mortos passou de 300 e, oficialmente, o governo do país asiático afirma ter registrado 14 mil infectados. Todavia, as informações extra-oficiais apontam para mais de 90 mil casos da doença.

O totalitarismo chinês no início da epidemia perseguiu e prendeu pessoas e jornalistas que tivesse a audácia de alertar outras pessoas sobre o avança do vírus no país. Além, disso não seria a primeira vez que o Partido Comunista Chinês tenta esconder a realidade para o mundo, seja uma epidemia ou “centros de re-educação”.

O fato é que o medo das consequências para a economia chinesa que já anda debilitada criou tensão nos mercados internacionais. O dólar subiu. O governo chinês teve que interferir no mercado. Acreditamos que teremos mais verdades para explicar todas estes fatos que balançam não só o a economia, mas também o poder do governo comunista chinês.

   Send article as PDF   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *