O alívio – Resumo Semana 41

Prosseguindo o movimento da semana passada, tivemos uma bela aliviada no mercado brasileiro nesta semana. Não obstante, fechou longe das máximas. Mas já foi o suficiente para configurar a quebra do canal de baixa.

De qualquer forma, para alívio da maioria dos comprados, o fundo se formou.

Indecision na Land of the Free

A eleição americana chega em sua reta final. As pesquisas dão Trump e Sleepy Joe empatados (se a mídia pode colar rótulos odiosos em seus desafetos, também o farei. Mas quem dera que o mais infamante que eles fizessem fosse ‘Dorminhoco’). Se na eleição passada davam chance de 90% de vitória para Hillary Clinton e Trump venceu, imaginem agora que dão empate. Mas é importante cautela. Os sistema de pesos entre os estados americanos não leva a vitórias simplesmente numéricas, ao contrário do Brasil, em que se conta nos dedos quem perdeu em São Paulo e levou a presidência mesmo assim.

A queda recente de -12% no índice de volatilidade VIX, o tal “Índice do Medo” indica que ou o mercado tem certeza que Trump vai ganhar, ou não tem medo de Biden, que literalmente nem sequer sabe onde está. A última alternativa não é escatológica, após oito anos de Obama e suas intrincadas manobras para evitar a prova de sua cidadania americana, a sensibilidade política deles já está embotada.

A vaca do coronavírus precisa dar mais leite

O número de casos aumenta em alguns lugares, justamente quando as medidas restritivas estão aliviando mais. Francamente, a vaca do coronavírus precisa dar mais leite de recessão. Os critérios tem sido muito plásticos na abordagem midiática. Se as medidas de lockdown fracassam, é dito que tal lugar não teve medidas. Se a falta de quarentena se mostra um sucesso, apregoam-se lockdowns que não existiram. É muito difícil viver num mundo de pós-verdade.

Recessão também é um bom negócio, dependendo da ponta em que você está. Conforme a epidemia vai acabando, os números dos que ficaram mais ricos começam a surgir. Cui prodest scelus, is fecit, diz o adágio do Direito Romano. Que o Apocalipse seja ruim, pior ainda ainda será quem vai enriquecer vendendo ao Anticristo.

   Send article as PDF   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *