Sempre a euforia inicial – Resumo semana 1(/2020)

Ano novo, vida nova. Propósitos novos. Eu não sei vocês, mas preciso emagrecer. Ao contrário, minha carteira anda gordinha – e que engorde mais! – com a altinha recente e novo recorde. Nas festas de Natal e Ano Novo o bom senso pede que esqueçamos o mercado. Deve ser por isso que sobe, minha mão de alface não está lá vendendo.

Na internet o povo se pergunta se esta alta é igual à de 2015, ou à de 2002. Uma das grandes marcas das crises é que todo mundo fala “Desta vez é diferente“. Quem está fora quem entrar, quem está dentro se pergunta de coração se já não deveria embolsar lucros.

O Brasil nunca esteve tão bem. Por outro lado, já virou lugar comum dizer que a economia americana passou do máximo e vai cair. Se todo mundo diz que sim, vai, né?

O ano começa animado, com Donald Trump, sempre ele, matando com drone um general iraniano, grande patrocinador do terrorismo estatal. Rios de tinta estão sendo falados pelo assunto, a mídia, toda ela anti-trump e anti-bolsonaro, está tratando o tal sujeito como a Madre Teresa de Calcutá. Youtubber millenial de cabelo pintado repentinamente se tornou especialista em geopolítica – melhor falar disso que de Bolsa e Política brasileira, que são coisas sérias.

A tensão geopolítica obviamente faz o coquetel de realizações e aumento do petróleo. Quem for macho que entre. O Irã jurou vingança, mas tem os meios de ação? Trump falou grosso e disse que vai bater firme no Irã. Eu não me importo. Prefiro a guerra de saliva no twitter que a guerra clássica de pólvora. Se “xingar muito no twitter” evitar guerra e terrorismo, ao twitter!!! Guerra boa mesmo só entre o “bloco sino-soviético” e os EUA. Duvido que Putin e chineses entrem nessa.

A propósito, a Austrália arde em chamas tão amplas e catastróficas que faz os incêndios sazonais da Amazônia parecerem frios vagalumes. Mas como o governo da Austrália não é de direita, ninguém se importa.

   Send article as PDF   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *