A previdência da esperança – semana 7

aposentadoria

Esperança foi a palavra da semana. Tanto no mercado doméstico quanto no exterior. Este espera um desfecho positivo das negociações entre Estados Unidos e China, aquele se animou com a apresentação do texto da reforma da previdência.

Resultado da semana: Ibovespa: 97.525 pontos, +2,29%. Dólar: R$3,70, -0,84%.

Tudo se resumo à esperança, pois, como de praxe, o ser humano tende a projetar no futuro as suas vontades e não analisar todos os cenários possíveis. Por isso, vamos antes aos fatos.

Reforma da Previdência

A quinta, 14, estava sendo um dia de queda, sem grandes movimentações na bolsa de valores. Contudo, quando o governo apresentou o texto base da reforma da previdência, o mercado respondeu com euforia, o Ibovespa subiu 2,16% e teve um volume financeiro de R$18,05 bilhões.

O que deve ser analisado aqui é que era esperado um texto base muito bom da reforma. A diferença entre o texto base e o que vai ser aprovado é que não está sendo avaliado ainda pelos agentes financeiros. Quando passar pelo Câmara e pelo Senado, provavelmente ela será suavizada.
Não temos dúvidas quanto à aprovação , só nos resta ficarmos atentos qual será a profundidade das mudanças das regras.

aposentadoria

A esperança de um final feliz

O otimismo aumento em relação a um desfecho feliz das conversas comerciais entre EUA e China. Trump já fala em estender o prazo limite para se conseguir um acordo. As conversas tem andado, a próxima semana pode ser decisiva.

Nesta semana, os dados das vendas do varejo mostraram queda de 1,2% em dezembro na economia americana. Não nos preocupa este número, porque se lembrar qual era o clima naquela época, saberemos que só se falava em recessão e crise e, claro, isto se refletiu nos consumidores que ainda tem na memória a crise do subprime.

Ademais, nos mantemos céticos quanto a um desfecho que o mercado espera nas negociações entre americanos e chineses. Se olharmos para o histórico dos governos comunistas, saberemos que nenhum cumpre acordo algum. Portanto, mesmo que este seja celebrado no papel, na prática poderemos ver algumas complicações.

O que o governo americano quer é justo, visa garantir a soberania. Do outro lado, temos o governo comunista chinês querendo aumentar seu poder além de suas fronteiras. Não vemos como duas visões tão distantes de mundo podem entrar e cumprir a risca um acordo.

Portanto, acreditamos que no curto prazo o otimismo se mantenha no mercado, mas pensar em comprar seguros talvez seja uma boa estratégia para o investidor.

1 thought on “A previdência da esperança – semana 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *