A última – Resumo semana 51

A última semana do ano foi curta, mas foi boa, ao final, uma alta expressiva. Houve o feriado de Natal, tirando a terça-feira. O mercado americano operou parcialmente na véspera e foi um banho de sangue: enquanto os investidores iam ver os Fantasmas do Natal Passado, Presente e Futuro, os stop-loss operavam firmes e fortes desfazendo as posições. Sem rally de Natal pra você.

A volta do Natal testemunhou a maior alta diária do Dow Jones da História. Foi bonito de se ver, abstraindo-se a queda pré-Natalina. Depois o Dow se cansou, virou de lado e dormiu. O ouro, usual antípoda do dólar, subiu 2% na semana.

Uma alta de anos

Olhando o gráfico acima, do ETF DIA, que segue o Dow Jones, observamos quão longo foi o mercado de alta em Wall Street após a crise do subprime em 2008. Um topo duplo de esgotamento de alta se formou. Mas, por hora, os altos volumes da última crise ainda não vieram, o que é um bom sinal.

Pujança bolsonárica

No Brasil, nossa Bovespa operava a parte, até que ontem, 28 de dezembro, dia dos Santos Inocentes, veio o Rally de Ano Novo. A alta foi brutal.

ultima semanaO grande fato do mercado é o descolamento do Brasil do mercado americano. A confiança no governo Bolsonaro promove isto. Em geral, o clima é de intensa confiança com o Brasil. Porém um caveat: se a reforma da previdência não sair, toda empolgação pode virar depressão.

O dólar caiu 0,5% versus o real, demonstrando a não contaminação daqui frente aos tumultos americanos.

Petróleo azeitado

O petróleo anda em suas mínimas históricas a 40. Acreditamos que será de curta duração por artes geopolíticas: em breve algum príncipe saudita vai ligar para o Trump, pedir para fazerem as pazes, entregando nomes e endereços de agentes iraninanos contrabandistas de urânio como gesto de boa vontade. Ai a produção saudita será cortada, mesmo o xisto vai perder um ou dois subsídios e o preço volta a 60/barril.

Geopolítica como usual.

   Send article as PDF   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *